Total de Visualizações de Página

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

DOIS MIL É DEZ


O ano está acabando e aconteceram diversas coisas bacanas. 2009 vai ficar marcado, com certeza! No ano que está para nascer, buscarei pôr em prática antigos e novos desafios e projetos, sempre em busca da "faixa preta", pois embora várias coisas se realizaram, outras, ainda não, e é delas que eu vou atrás. E assim são as coisas. Pelo menos para mim.


Em relação ao meu blog, espero continuar em 2010 com o mesmo ritmo de publicação de postagens. Aguardem. Vai ser um ano muito positivo e procurarei aperfeiçoar ainda mais minhas habilidades literárias.


Não posso esquecer na minha caricato, que, durante o ano inteiro, dentre muitas outras coisas, deu aulas de como ser uma verdadeira namorada. Simplesmente, te amo.

Me despedindo então de mais um ciclo, de modo breve,
desejo a todos um excelente reveillon com boas festas!! :)

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Provavelmente



Se você tem bons sentimentos, mesmo talvez sendo tímido,...
Alguns de nós não conseguem passar uma coisa boa para o próximo. :(

Se você tem bons sentimentos, mesmo talvez sendo tímido,...
É possível que pessoas se irritem conosco sem sabermos o porquê:(

Se você tem bons sentimentos, mesmo talvez sendo tímido,...
E se de repente, do nada, somos ofendidos por um grande amigo!!! :(

Se você tem bons sentimentos, mesmo talvez sendo tímido,...
Não é toda vez que nossas piadas mais certeiras têm graça, não é verdade? :(

Se você tem bons sentimentos, mesmo talvez sendo tímido,...
Muitas vezes não somos correspondidos quando gostaríamos ou esperaríamos. :(


Meu caro,
PROVAVELMENTE,
o problema está com o outro!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Homenagem ao Tricolor das Laranjeiras


Não se sabe ainda se em 2009 o Fluminense escapará do rebaixamento. Afinal, deve ao menos empatar com o Coritiba no Couto Pereira. O que não é fácil.
O que exalto aqui nessa postagem é a imensa paixão desta torcida e a dedicação de seus jogadores.
Ficamos na torcida para domingo, lembrando sempre da frase do Globo Esporte de ontem:
"NÃO SABENDO QUE ERA IMPOSSÍVEL, ELE FOI LÁ E FEZ"

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Válvula de Escape


Talvez porque andava meio estressado ultimamente vim agora, em um momento de mais serenidade, a refletir a respeito de "válvula de escape". Enfim, cada um tem a sua. Ou deveria ter. O impraticável é ficar carregando um fardo dias, talvez semanas. Há de tudo, basta escolher a melhor. Às vezes é preciso rios de dinheiro, é verdade, entretando às vezes companhias de amigos, às vezes tempo (clima) bom para apreciar o sol, um bom programa de tv, terapia, uma boa namorada... Muito embora o que mais falte mesmo seja simplesmente TEMPO, essa palavra preciosa que nos persegue (ou a quem perseguimos). Só quem tá nessa vida adulta sabe o que estou dizendo, algo que as crianças em sua maioria não entenderiam. Afinal, como disse um conhecido, elas só não fazem o que os pais não deixam, o resto tudo é permitido. Tenho amigos que num stress tal afirmam e exaltam a vontade de ser criança de novo, dizendo como era bom aquela época. O que eu acho é que é terminantemente possível voltar a ser criança de novo, porém só em momentos propícios para isso. Afinal, nada como brincadeiras pueris, não é verdade?

Robert Scheid, exímio velejador, não à toa, batizou seu barco de "Vida Bandida". Infelizmente (ou felizmente, pois algum motivo deve haver) a vida tem seu lado bandido. É inegável. Somente um alienado contradizeria tal afirmação. Mas o que inegavelmente é verdade também é que as coisas não se resumem a isso. Como diz uma conhecida no orkut: sorria para a vida, ela sorrirá para você! Aliás, uma excelente válvula de escape!

domingo, 22 de novembro de 2009

Parque Jardim Europa e suas Carpas



Aos aficcionados por peixes, aviso: Existe uma grande atração no lago do Parque Jardim Europa, em Porto Alegre, são as carpas!! Ok, existem ainda algumas tartarugas famintas por pipocas que tentam roubar a cena.... Gente, para quem gosta de dar comida aos peixes, esqueçam o Parcão! As carpas, com suas cores alaranjadas e em quantidade desbancaram tais atrações do Parque Moinhos de Vento. Está aí uma grande sugestão para quem tem filhos ou sobrinhos pequenos.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

1500 - Quem descobriu o Brasil?



Embora muitos pensem que o primeiro europeu a pisar no Brasil foi Pedro Álvares Cabral, a verdade provavelmente é outra. Na época, final do século XV e início do século XVI, haviam poucos registros históricos na Europa. As notícias corriam lentamente. Segundo Eduardo Bueno, jornalista, historiador e escritor gaúcho, o espanhol Vicente Pinzón, antes mesmo de 1500, atracou em praias brasileiras nordestinas. Dando-se conta da falta de atrativos econômicos aparentes, zarpou para o Caribe. Isso foi logo depois de Cristóvão Colombo decobrir a América.

A Confusão



Quando estamos tristes, sabemos, estamos tristes. Quando estamos eufóricos, também sabemos. Da mesma forma, quando bem humorados, tampouco. O fato é, quando sabemos quando estamos confusos?? Pessoalmente, nesse momento de entropia, tenho difículdades de perceber.

Acho que a única forma de nos darmos conta de que as coisas não tão legais são através de indícios. Ou ficamos bloqueados, ou ficamos com pensamentos repetidos sem chegar a lugar nenhum, ou mesmo não conseguimos nos expressar com clareza aquilo que pensamos. As dúvidas vêm e com elas a falta de lucidez para resolvê-las.

Nessas horas é preciso humildade. Todos nós temos fraquezas e o primeiro passo para enfrentá-las é através da conscientização.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Argentina


Há quem diga que o "tempo" é o assunto universal de quem não tem assunto. Só deixando registrado então, ontem, dia 29/10/2009, fez incríveis 44°C na Argentina segundo o Jornal Zero Hora. Estamos apenas em outubro, gente.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Frase da semana

Se alguém machuca você, você custa para domir. Se você machuca alguém, você não dorme.

domingo, 18 de outubro de 2009

sábado, 17 de outubro de 2009

Coisas Que Só Acontecem Comigo - parte 4

Na mesma viagem ditada em "Coisas que só acontecem comigo -parte 3", seguindo mais ao norte, mais precisamente em Ubatuba (Ubachuva), passei por algumas roubadas... A mais marcante foi quando acabou a grana e tb as folhas de cheque da minha carteira. Para completar, o único banco 24hs da cidade estava estragado.
Fazer o quê agora??
Passei o dia inteiro e parte do dia seguinte sem ter uma refeição. Para não mentir, comi metade de um sanduíche doado por um amigo paulista e um pão com manteiga do albergue. A coisa tava russa.
Lembro de ir para uma praia distante do albergue (Itamambuca) com uma turma que formei. Chegando lá, me deitei para pegar um sol. Quando vi desmaiei na areia!! Em outras palavras, fiquei 2hs "dormindo" num sol de 35C.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Coisas que só acontecem comigo - Parte 3

Essa aconteceu em um das mais fantásticas férias de juventude. Em meados do final de 1998 fui ao litoral paulista surfar. Foi uma empreitada solitária. Em Maresias, furando uma onda para alcançar a arrebentação, fui atingido por um imenso LongBoard na cabeça. Quando emergi em busca de oxigênio perdi temporariamente a visão. Em outras palavras, eu via tudo branco!! Graças a D. que a recuperei rapidamente. Desapercebidamente voltei a surfar, mas algo estava estranho: uma certa ardência no côco. Foi então que percebi que estava sangrando, e muito!! Foi terrível. Fui até os salva-vidas que me levaram de ambulância para Boissucanga (acho que é esse o nome da praia). Chegando lá, rasparam-me a cabeça e a costuraram.
Isso foi logo no primeiro dia dos 10 que fiquei por lá. Sorte?? Azar?? hehehe

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Coisas que você não pode morrer antes de saber

1. A Coca-Cola era originalmente verde.
2. O nome mais comum no mundo é Mohammed.
3. O nome de todo os continentes terminam com a mesma letra que começam (Em inglês).
4. Há dois cartões de créditos para cada pessoa nos Estados Unidos.
5. TYPEWRITER é mais longa palavra que você consegue escrever usando apenas as letras de uma linha do teclado (Só vale em inglês).
6. As mulheres piscam quase duas vezes mais que os homens!!
7. Você não pode se matar prendendo a respiração.
8. É impossível lamber seu cotovelo.
9. Quando você espirra para pra dentro, seu coração para por um milissegundo.
10. É fisicamente impossível para os porcos olharem para o céu.
11. Se você espirra muito forte, você pode quebrar uma costela. Se você tentar segurar um espirro, você pode romper uma veia na cabeça ou pescoço e morrer.
12. Cada Rei em um baralho representa um grande rei da história. Espada – Rei Davi, Paus – Alexandre o Grande, Copas – Carlos Magno, Ouro- Júlio César.
13. 111,111,111 x 111,111,111 = 12,345,678,987,654,321
14. Se uma estátua de uma pessoa em um parque em um cavalo tiver com ambas os patas dianteiras no ar, a pessoa morreu em batalha.
15. Se o cavalo tiver com apenas uma pata dianteira no ar, a pessoa morreu em conseqüência das feridas recebidas na batalha.
16. Se o cavalo tiver todas as quatro patas no chão, a pessoa morreu de causas naturais.
17. O único alimento que não apodrece é o mel.
18. Um crocodilo não pode por sua lingua para fora.
19. Um caracol pode dormir por três anos.
21. Todos ursos polar são canhotos.
22. A American Airlines fez uma economia de $40,000 em 1987 eliminando uma azeitona de cada salada servida na primeira classe.
22. As borboletas sentem o gosto das coisas pelo seus pés.
23. Os elefantes são os únicos animais que não podem pular.
24. Nos últimos 4000 anos, nenhum novo animal foi domesticado.
25. Em média, as pessoas sentem mais medo de aranhas do que da morte.
26. Shakespeare inventou as palavras assassination e bump (em inglês).
27. A formiga cai sempre para o seu lado direito quando é intoxicada.
28. A cadeira elétrica foi inventada por um dentista.
29. O coração humano cria uma pressão o suficiente para esguichar o sangue a uma distância de 10 metros.
30. Ratos se multiplicam tão rapidamente que em 18 meses dois ratos podem ter um milhão de descendentes.
31. Usar fones de ouvido por apenas uma hora, aumenta as bactérias em seu ouvido em 700 vezes.
32. O isqueiro foi inventado antes do fósforo.
33. A maioria de batom contem escamas de peixe.
34. Como as impressões digitais, as impressões da língua são únicas.

Duas máximas

Quero ver engenheiros, que são bons em raciocínio lógico, mandarem contra essas:

- "Nada é melhor que a felicidade eterna. Um tomate já é melhor que nada. Logo um tomate é melhor que a felicidade eterna"

- "Toda regra tem exceção. Isso é uma regra e deveria ter uma exceção. Logo nem toda regra tem exceção"

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Tiro curto

Tenho visto alguns blogs depois que criei o meu. São dos mais diversos tipos e assuntos. Entretanto tenho me deparado bastante com assuntos abstratos: Idéias, pensamentos, amor, amizade, religião, família, etc. Pessoas que definem-los, disseca-os, enfim, falam de maneiras das mais aparentemente lógicas.
Não ouso a escrevê-los muito em meu blog justamente pois existem coisas, na minha opinião, que se SENTE e não se explica. E sobretudo percebo que alguns blogueiros meio que encerram assuntos, assuntos "inincerráveis", se é que se pode dizer assim. Particularmente acho que se eu fosse escrever sobre esses tópicos viveria escrevendo, apagando e reescrevendo,... constantemente. Definitivamente não há limite para o aprendizado! É o que sempre digo: quando parece não haver mais nada para acontecer, algo diferente vem e acontece, não é mesmo?

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Fishing

Carta de um pescador aos pescadores ...

Depois que me aposentei não aguento ficar em casa.. Prefiro para passar meu tempo fazendo aquilo que eu mais gosto! - Pescar.Comprei um pequeno barco de pesca e tentei várias vezes levar minha esposa comigo, mas ela nunca gostou de pescarias.Finalmente, um dia, na lojinha de pesca do meu bairro, conheci e comecei a conversar com Regininha, responsável pela loja, que por coincidência também adora pescar e em função das nossas afinidades sobre pesca, acabou surgindo uma grande amizade.Como eu disse, minha esposa detesta pescaria.Ela não somente recusa a participar conosco das pescarias, como também reclama que eu gasto muito tempo pescando.Algumas semanas atrás, Regininha e eu tivemos uma das nossas melhores pescarias. Eu não somente pesquei um belíssimo tucunaré, como nunca tinha visto, e alguns minutos mais tarde Regininha pescou um igualzinho!Então eu tirei uma foto de Regininha segurando os dois tucunarés que pescamos.Mostrei a foto para minha esposa, pensando que, talvez, vendo a foto, ela passasse a se interessar pelas minhas pescarias.Ela não só não gostou como me proibiu de voltar a pescar. Disse também para que eu vendesse meu barco!Acho que ela não gosta de me ver me divertindo!Pergunto: O que devo fazer? Falo para minha esposa para esquecer tudo isso e continuo com as minhas pescarias, ou vendo o meu barco como ela insiste!Obrigado.P.S. Abaixo, foto da Regininha com os dois tucunarés...




Bicicleta


"...I want to ride my bicycle, I want to ride my bike..." (Queen).

Foi-se o tempo em que, quando morava na Zona Sul, vivia para cima e para baixo andando com a minha Monark Canon. Morro do Osso, Ipanema, Sétimo Céu, Ponta Grossa, Belém Novo... posso dizer que tudo isso conheço bem. Totalmente inconsequente por andar rápido e sem capacete, andava tanto no asfalto quanto em terras de chão batido. Sem preconceitos.

Para quem não sabe, em meados do início da década de 1990, andar de bici virou febre. Da galera da Vila Assunção, fortifiquei várias amizades em detrimento dessa onda. Quase todos eram meus vizinhos: Chico, Danipel, Bananão, Jopa Califa, Ito... Infelizmente perdi o contato da maioria.

Lembro de uma vez que desmontei-a por inteiro para pintá-la. De um preto-vermelho para um todo prata-metálico. Quanta trabalheira. Para um jovem, foi uma experiência e tanto.

Ainda semana passada um colega perguntou sobre uma possível volta a esse esporte.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

2 de Setembro

Com certeza dia 2 de setembro é uma data marcante. Dois virginianos nascidos nessa data tem lugar reservado no meu coração: A minha vó Dalvalira (in memorian) e o meu grande genitor, o Dr. Paulo.
O pai, referência para a minha vida, tá fazendo 50 e tantos anos, mas é claro que se você perguntar ele, vai dizer que tá no auge da vida (como sempre). Fã irretratável do Rei Roberto, sem dúvida nenhuma é uma figura. Embora seja pescador, o filho mais velho dele é que é bom de papo, é ou não é?
Seja como for, MEUS PARABÉNS!!! Tu mereces a maior felicidade do mundo.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Crise do Hot Dog

Só quem é da iniciativa privada compreende:
(texto extraído da Artigolândia do Rico)

Um homem vivia à beira de uma estrada e vendia cachorro quente. Ele não tinha rádio, não tinha televisão e nem lia jornais, mas produzia e vendia o melhor cachorro quente da região. Ele se preocupava com a divulgação do seu negócio e colocava cartazes pela estrada, oferecia o seu produto em voz alta e o povo comprava e gostava.
As vendas foram aumentando e cada vez mais ele comprava o melhor pão e a melhor salsicha. Foi necessário também adquirir um fogão maior para atender a grande quantidade de fregueses. E o negócio prosperava e prosperava . Seu cachorro quente era o melhor! Vencedor, ele conseguiu pagar uma boa escola ao filho. O menino cresceu, e foi estudar Economia numa das melhores Faculdades do país.
Finalmente, o filho já formado, voltou para casa, notou que o pai continuava com a vida de sempre, vendendo, agradando e prosperando e teve uma séria conversa com o pai:
- Pai, então você não ouve radio? Você não vê televisão? Não acessa a Internet e não lê os jornais? Há uma grande crise no mundo. A situação do nosso País é crítica. Está tudo ruim. O Brasil vai quebrar.
Depois de ouvir as considerações do filho Doutor, o pai pensou: _ Bem, se meu filho que estudou Economia na melhor Faculdade, lê jornais, vê televisão e internet, e acha isto, então só pode estar com a razão!
Com medo da crise, o pai procurou um Fornecedor de pão mais barato ( e é claro, pior ).
Começou a comprar salsichas mais barata ( que era, também, a pior ). Para economizar, parou de fazer cartazes de propaganda na estrada.
Abatido pela noticia da crise já não oferecia o seu produto em voz alta. Tomadas essas ‘providências’, as vendas começaram a cair e foram caindo, caindo e chegaram a níveis insuportáveis e o negócio de cachorro quente do velho, que antes gerava recursos até para fazer o filho estudar Economia na melhor Faculdade… quebrou.
O pai, triste, então falou para o filho: - ‘Você estava certo, meu filho, nós estamos no meio de uma grande crise. ‘e comentou com os amigos,orgulhoso:
- ‘Bendita a hora em que eu fiz meu filho estudar economia, ele me avisou da crise …’
Aprendemos uma grande lição: Vivemos em um mundo contaminado de más noticias e se não tomarmos o devido cuidado, essas más noticias nos influenciarão a ponto de roubar a prosperidade de nossas vidas.
O texto original foi publicado em 24 de fevereiro de 1958 em um anúncio da Quaker State Metais Co. Em novembro de 1990 foi divulgado pela agência ELLCE, de São Paulo.

domingo, 9 de agosto de 2009

By Helena Plass

"É muito melhor arriscar coisas grandiosas, alcançar triunfos e glórias, mesmo expondo-se a derrota, do que formar fila com os pobres de espírito que nem gozam muito nem sofrem muito, porque vivem nessa penumbra cinzenta que não conhece vitória nem derrota". (Theodore Roosevelt)

sábado, 25 de julho de 2009

Dia 31, faço 31...


Assim como em épocas tipo a páscoa, o natal e o reveillon, sempre que faço aniversário me vem uma onda de reflexões. Não costumo deixar essa data em branco. Não que necessariamente faça festa, mas sei da importância que tem esse dia, ou melhor, da importância que dou para ele. Quando fiz 30, em julho de 2008, fui bombardeado de emails de amigos e familiares para que fizesse uma comemoração. Não a fiz.

Hoje é sábado e dia 31 é apenas sexta-feira que vem. Sinceramente não sei se vou festejar, talvez um jantar ou um happy-hour seja a pedida. De qualquer maneira iria adorar receber ligações e emails das pessoas de que tenho apreço.


segunda-feira, 20 de julho de 2009

Feira de filhotes do DC





Sábado, fomos à feira de filhotes do DC aqui em Porto Alegre. Com quase a totalidade dos animais sendo cacchorros, quem roubou mesmo a cena foi uma gigante jibóia enrolada no pescoço de um dos domadores. Mesmo sabendo que, por não ter veneno, a jibóia se enrola na presa para quebrar seus ossos e depois devorá-la esse homem nem de perto estava com medo. Segundo ele próprio o bicho não executa suas manobras mortais quando sem fome (o que era o caso).
Eu mesmo cheguei a acariciar o réptil. Foi minha primeira vez. hehehe




sábado, 18 de julho de 2009

Dados Geográficos Interessantes



Algumas informações sobre nosso Planeta Terra:

- A temperatura média da Terra é de 15 graus celsius

- Já a temperatura média de Porto Alegre é de 20 graus celsius

- O zênite, quando o sol fica a pino, só acontece entre o trópico de câncer e o trópico de capricórnio

- As águas na Inglaterra são relativamente quentes, pois recebem a corrente marítima do Golfo do México

- O vento predominante em nossa cidade é o vento leste (e não o sul, como pensam a maioria)

- Você sabe o que é sol-da-meia-noite?? Essa eu não vou responder, mas digo que ocorre, por exemplo, no extremo norte da Europa

- O oceano mais profundo é o Pacífico

...

terça-feira, 30 de junho de 2009

Fotos especiais


Pessoal, um mero registro das belezas da vida!!

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Homenagem a Michael Jackson

Estamos em final de junho e o assunto mais falado da semana foi sem dúvida a morte do cantor Michael Jackson. O mundo está de luto. Michael não era apenas um simples cantor, era acima de tudo um percursor de um novo estilo de dança e batida. No início da década de 90 ficou conhecido também pelas inúmeras plásticas que fizeram uma transformação de uma pessoa da cor preta em um pseudobranco. Infelizmente teve sua trajetória marcada por escândalos extramusicais o que acabou manchando de forma negativa sua imagem e das quais vou dispensar comentários. Ficamos com o que ele teve de bom.

domingo, 14 de junho de 2009

Crack



São inúmeros os casos de pessoas que tem conhecidos e/ou amigos que usaram drogas. O fato é que, depois de certo tempo, a tendência é além de largá-las, também se recuperarem emocional e fisicamente. Acredito que esse foi o destino dos ex-usuários da década de 90. Agora, no novo século, várias outras drogas surgiram e continuam surgindo. A que merece maior atenção delas é o crack. O crack é uma resina da cocaína que é cotidianamente usada nas grandes metrópoles principalmente pela classe baixa. E o que se tem visto é que ele escraviza as pessoas, de modo que muitas delas não conseguem voltar a vida normal mesmo depois de largá-lo. E isso é uma tendência. Infelizmente. Somente no Rio Grande do Sul, o número de usuários está beirando 55.000 pessoas. Segundo uma estimativa do Jornal Zero Hora, apenas 1% das pessoas se recuperam, o que seria algo em torno de 550 pessoas.

Eu mesmo já conheci várias pessoas que usaram as drogas da década de 90 e se gabam de ter vivido na pele a experiência e ter aprendido que não valia a pena. Só que poucas pessoas que utilizam o crack podem se gabar dessa experiência de vida justamente, repito, por ser uma droga "sem volta".

Sugiro que os mais 'espertos e vividos' tenham outras experiências de vida para contar para seus filhos no futuro.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Frase da semana

Tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo.

sábado, 6 de junho de 2009

Os Limites de Cada Um



A importância de respeitar o limite próprio é fundamental. As vezes nós nos excedemos, isso faz parte do jogo, mas não deve ser a regra e sim a exceção. E o limite tem a ver com a qualidade de vida. Uma pessoa, por exemplo, que estuda mais do que ela pode acaba ficando estressada e isso gera consequência em sua vida nas demais áreas. A identificação do limite não é tarefa fácil. Não falo do limite de trabalhar 17hs num dia, isso qualquer um consegue. Falo do limite em se trabalhar 17hs TODOS OS DIAS. Aí o bicho pega. Não podemos ver o limite com uma visão míope e sim de modo mais abrangente. A busca do limite de cada um é um assunto personalíssimo, envolve várias coisas, como boa condição física, boa concentração, tranquilidade, motivação, inteligência, ...

Outra coisa importante é a vontade (totalmente da natureza humana) de viver tentando sempre superá-lo para estabelecer novas marcas. Nessas de superar a gente deve estar certo de que nosso próximo limite aumentou (se é que pode-se falar assim) e não que ultrapassamos ele, o que seria algo ruim, pois estaremos trabalhando com mais de 100% da nossa capacidade, o que pode ser maléfico à saúde.

domingo, 31 de maio de 2009

Grandes Pensadores (nem tão grandes assim)

http://www.youtube.com/watch?v=fhb8dE8fCcQ

Link de video sugerido pelo meu amigo 50% italiano, mas 100% espirituoso, Lúcio Pereira Jr.

Porque escolhi a vela


Chegam horas na vida de uma pessoa em que são necessárias fazer escolhas. Qual profissão exercer, que time de futebol torcer, com quem andar, onde frequentar nas horas vagas, com que intensidade se dedicar às próprias escolhas, ...

Com o esporte não é diferente (ou deveria não ser). Digo isso porque infelizmente tenho vários conhecidos que não fazem esporte algum.

Desde de criança sempre fui um apaixonado por esportes. E a lista deles não é pequena: Futebol, basquete, montain bike, cooper, volei, natação, skate, tenis, surf, ioga, musculação, etc.

Hoje, com 30 anos (quase 31), não tenho muito tempo disponível para exercê-los em sua totalidade. E fica então a pergunta, "que escolha fazer???" Antes de mais nada, não resta dúvida que, embora seja uma escolha BEM pensada, não foi MUITO pensada. Não foi muito pensada, pois é algo que está dentro de mim e não posso negar. Caso você não tenha prestado atenção no título desse artigo, você deve estar pensando que esporte é esse, né?

Pois bem, o esporte que escolhi empenhar tempo e dinheiro foi a vela (ou iatismo). Embora estivesse dentro de mim essa paixão, não conseguia explicar o porquê disso. Afinal, por que isso me faz tão bem?

Hoje fui a Ipanema (por incrível que pareça, pois está 12C e uma ventorréia) e fiquei vendo o andar dos kitesurfs. Então caiu a ficha.

Com certeza, a vela proporciona um bem estar sem igual. É uma mistura de adrenalina com endorfina. Os praticantes tendem a ser mais abertos. Há um círculo de amizade muito forte. As brincadeiras são constantes. Afora tudo isso, sabe lá por que razão, a vela melhora o equilíbrio e a concentração. Os mais velhos dizem que é por causa da mistura água/vento/sol. E se você for pensar bem até tem certa lógica, pois até mesmo os antigos gregos já diziam que as fontes de energia eram 4: a Água, o Ar (vento), o Fogo (sol) e a Terra.

E você, que escolha fez?

sábado, 16 de maio de 2009

Frase da Semana


Na vida há os que fazem e acontecem, os que vêem tudo acontecer e, por fim, os que perguntam: "O que aconteceu?"

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Lancha de 90HP





Que domingo!
Meu grande amigo das antigas, Felipe Ekman, vulgo Nabuco, e eu saímos de lancha em uma marina que não me recordo o nome. Demos várias voltas pelo delta do Guaíba com direito a surfski e aceleradas de cerca de 70km/h com uma rotação beirando às 5.ooo rpm. Para finalizar ainda fomos ao Gasômetro por água e, ao lado de outro companheiro, que estava em lancha separada, o Ricardo, vimos o pôr-do-sol. Domingo dos deuses. Valeu, Felipe, já sabia desde cedo que a diversão seria garantida como foi!


domingo, 10 de maio de 2009

O rio Guaiba, as algas e a seca



Estamos em 10.05.2009 e faz tempo que não temos uma chuva considerável. O que se vê, além de seca no noroeste do Estado, é também a proliferação de algas no Rio Guaiba em Porto Alegre decorrentes desta. Isso gera problemas graves para a população como um todo. Não é a toa que vários amigos meus nas últimas semanas (inclusive eu mesmo) estiveram com dor de barriga. A alga dá um gosto ruim na água tratada pelo DMAE. Isso se pode sentir tomando-a em bebedouros públicos como, por exemplo, os do Parque Moinhos de Vento. A dor pode vir inclusive no simples lavar de verduras e saladas onde fica invariavelmente ficam molhadas com água pública para depois serem ingeridas. Fiquei sabendo que o próprio DMAE está colocando carvão ativado na água para tentar tirar o gosto ruim da água encanada. A única coisa boa da história é que pelo menos o Rio Guaíba tá com uma tonalidade mais verde o que dá um grande visual para os velejadores e os apreciadores do seu pôr-do-sol.

terça-feira, 5 de maio de 2009

A história dos 3 ratinhos






Foi feita uma experiência com 3 ratinhos. Foi assim: Um ficou totalmente sedentário durante um semestre, o segundo fez exercícios físicos pesados uma vez por semana e o último fazia exercícios regularmente numa intensidade moderada.


Após transcorrido um semestre fizeram uma análise da quantidade de radicais livre eliminada desde o período zero. O resultado foi o seguinte: O ratinho que fazia exercícios regulares foi o que mais eliminou toxinas. O ratinho que ficou parado manteve-se praticamente no mesmo nível impurezas que começou. Bom, você deve estar se perguntando do ratinho remanescente. Este, teve um AUMENTO de concentração de impurezas no seu sangue!!! Por que??? Ficou constatado e comprovado genericamente que a prática de exercícios físicos de maneira drástica e sem regularidade de 3 vezes por semana no mínimo é maléfico à saúde! Agride-se o corpo dessa forma.


Uma história boba, mas ilustrativa da importância de se fazer exercício regularmente.




quarta-feira, 22 de abril de 2009

Os Mynarskis

Os Mynarskis, de onde vieram essas pessoas?? Meus conterrâneos nem sequer aparecem numa simples procura pelo Google! Mynarski... Algumas pessoas preferem ao falar comigo este sobrenome a Silveira (muito mais fácil de falar). Temos um herói canadense da 2a Guerra Mundial com esse sobrenome: Andrew Charles Mynarski. Um aviador.
Pois bem, Mynarski, em polonês, significa "dono de moinho". Só que, até onde sei, nenhum parente meu tem essa profissão hehehe. A família é pequena. Segundo informações, essa vai ser a última geração dos Mynarskis no Brasil. Não tenho primos homens com esse último sobrenome. Só se acontecer de algum deles ao invés de transferir seu último sobrenome a seu filho, transferir o sobrenome materno (Mynarski).
Dizem as más línguas, para quem conhece os dois lados da minha família, que sou muito mais Mynarski que Silveira. Fato inverso acontece com o meu irmão, de modo que dizem que ele é muito mais Silveira que Mynarski. Deixando claro, isso é apenas uma visão de pessoas de fora e que adoro as minhas duas famílias.
Ainda pretendo nesse 1° semestre reunir a turma para um bate papo num bar da hora.
Por hoje é só.

domingo, 5 de abril de 2009

Home, sweet home

Archway, o melhor bairro para se morar de Londres. Infelizmente, porém, palco de muitos suicídios :(


Primeira Casa, janelinha maior do 2° andar. Fotos gentilmente cedidas pelo meu grande e jovem amigo Marco Rempel, valeu, cara, por tudo!


Mais um Domingo

Sem nada para fazer, depois de ter realizado uma prova hoje de manhã, venho a uma das minhas grandes terapias: ESCREVER. Então...
"Não há nada como namorar. Mas não a uma qualquer e sim àquela pessoa que te faz sentir bem, que faz com que tu vejas as coisas claramente e que revigore e renove tuas energias e esperanças a cada encontro para seguir adiante. Meus amigos, é assim que me sinto. Namorar a pessoa certa é descobrir algo novo a cada dia e não deixar que os dias sejam todos iguais. E também se deixar desbloquear. Sim, desbloquear é ser capaz de fazer coisas que até então eram travadas por pensamentos pessimistas. Para isso é imprescindível não ter nada a esconder. Os resultados são fantásticos.
Hoje mesmo falei com a minha ao meio-dia e espero ter feito a minha parte com as simples e breves palavras ditas ao telefone. Tem coisas que não vou escrever aqui. Mas só finalizando, fica a frase (gremista, por que ela é): "estarei contigo aonde tu estiveres!"
Cari,
Bom domingo, boa sorte."

segunda-feira, 23 de março de 2009

Coisas Que Só Acontecem Comigo - Parte 2




Setembro de 1999. Depois de assistir a uma aula entediante do curso de engenharia resolvi ir velejar. O tempo estava com clima típico de inverno: Sol, frio e com muito vento. Para quem não sabe, setembro, em Porto Alegre, é conhecido como o "mês do vento". Dia de semana, eram umas 15hs, montei meu catamarã e saí. Pouca gente na água. Estava sozinho. Resolvi ir mais longe, ir para o sul, para pegar o vento limpo e mais forte. Passando Ipanema rumava em direção a Ponta Grossa. Algo terrível estava por vir. O barco capotou e não teve jeito de desvirá-lo. Soluções tinham três: ou esperar ajuda (ninguém me viu, pq alguém daria falta de mim?), ou dar um jeito de desvirar o barco, ou nadar até a margem e conseguir ajuda em terra, algo que só dependeria de mim. Foi o que fiz. Caí na água de long e colete salva-vidas. Sabia que iria ser terrível a sensação térmica e não deu outra. Nesses momentos é preciso ter disciplina, não exagerar nas braçadas para não ter cãibras e tampouco infarto! Foi o que fiz, pacientemente, braçada à braçada ia rumando a Ponta Grossa. Para quem não sabe a penísula da Ponta Grossa é uma região com mata nativa e algumas casas de campo de lazer. Tudo muito precário. Chegando na margem me deparei com pedras escorregadias. Foi difícil escalá-las. Poderia cair, me machucar, cortar o pé, a mão, etc. Tudo devia ser friamente calculado. Mais 5 min e estaria em terra. Mas as coisas não estavam fáceis aquele dia, pastores alemães começaram a latir e vieram em minha direção. Porra, e agora? Corri, corri, corri... Olhei para trás, desta vez tive sorte eles estavam encoleirados com aquelas correntes que permitem eles correrem espaços limitados. O clima estava sombrio. O frio que entrava nos meus pés era simplesmente intenso. Eu estava branco.
Achei uma estrada!! Aleluia, uma luz no fim do túnel, agora era chegar numa parada de ônibus e voltar ao clube. Caminhei durante uns 30 min e nem uma alma viva, muito menos para de ônibus. Foi quando um sr. que estava perto deu uma carona para mim até o clube. Detalhes da conversa:
-"Vou te levar para a cidade. Você vai morrer, está super branco, por favor, tome um cobertor...
- Obrigado, mas eu estou bem.
- Você não sabe o que está dizendo, olhe sua face no espelho!"
Puxa, eu tava sem expressão nenhuma. As minhas energias se foram. Eu era só adrenalina. Mas a pilha estava acabando.
Chegando no clube fui até a secretaria administrativa dar um esporro no pessoal. Depois disso estava crente que iam pegar uma lancha e buscar o barco para mim. Que nada! Pegamos um bote de borracha e levaram a mim mesmo (agora sem expressão facial nenhuma) para buscar o barco. Depois de 1h, quando já não havia mais luz, achamos a embarcação. Desvirei-a com a ajuda do bote quando apareceu a lancha do corpo de bombeiros.
-" Tudo certo ai? querem alguma ajuda?
- Agora não precisa mais (fdp!!!!!)"


Artigo publicado no jornal ZH do dia seguinte:
O VELEJADOR FERNANDO SILVEIRA FOI RESGATADO PELO CORPO DE BOMBEIROS DEPOIS QUE SEU BARCO CAPOTOU NAS IMEDIAÇÕES DA PONTA GROSSA.
Que mentira da braba, vou te dizer!
Regatado??? Eles não fizeram po... nenhuma!
Tudo bem...
Dizem meus amigos mais próximos que depois daquilo nunca mais fui o mesmo.
Esse artigo é para Shackleton ler!!!

domingo, 22 de março de 2009

Não me Acorde

video

Video é dedicado à apaixonada torcida colorada.

Estava decidido em não por nada de futebol, muito menos do Grêmio e do Inter, mas não resisti. Estou com esse video na cabeça a tempos (boto ou não boto, boto ou não boto,...). Sou contra a tudo que leva a exageros, principalmente a fanatismo por times de futebol. Acho que o motivo pelo qual resolvi postar esse video tem muito mais a ver com a oratória e coesão do nosso Luis Fernando Veríssimo que deram o brilho a esse filme do que pelo fato de ser propriamente do Inter. Logo, trata-se de uma exceção, ou seja, a idéia desse blog definitivamente não é falar de futebol.

Mesmo assim, aos que se aventurarem a passar por aqui e resolverem dar uma olhada, bom proveito!

sábado, 21 de março de 2009

ONGs, Rotary, Lions, Massonaria e afins




Quando era mais jovem participei de um facção do Rotary chamada Interact. Era para menores de 18 anos. Fui a convite de um vizinho e amigo de infância. Embora acha-se inicialmente meio tedioso e sem graça, na época não tinha noção da dimensão do valor dos nossos atos. Ademais foi uma boa oportunidade de conhecer pessoas realmente fantásticas.

terça-feira, 17 de março de 2009

Pérolas do Orkut



Um dos depoimentos mais incríveis que já vi no orkut:




Fulano: Eu e o Siclano nos conhecemos na primeira travessia a nado do oceano atlântico, éramos concorrentes. Havia 1 milhão de pessoas inscritas na competição. Saia de Londres com destino a Nova Yorque. Passamos pelo furacão Elba onde 766.000 pessoas morreram afogadas, outras 233.998 acabaram sendo arremessadas e foram parar na Baía do Guanabara. Isso era em meados da decada de 70.Eu acabei ficando em segundo lugar com 10 milésimos de segundo a mais que ele. Grande Siclano!! Grande abraço!! Na próxima tem a revanche!!!
(até aonde vai a criatividade...)

Coisas Que Só Acontecem Comigo - Parte 1



Quem conhece alguém que tenha sido MORDIDO por um cavalo????

Pois eu fui!! Com direito a levar pontos em três lugares diferentes na mão direita pelos médicos do Hospital Municipal! Isso aconteceu no longínquo 1° semestre de 1988. Local: Camaquã/RS




domingo, 15 de março de 2009

A Maior Tragédia Aérea Brasileira

Artigo que orgulhosamente publiquei no Jornal do Comércio sobre a maior tragédia aérea brasileira de todos os tempos:

"Vôo 3054
O meu irmão, João Paulo Mynarski Silveira, estava com passagem marcada para o vôo Porto Alegre-São Paulo, às 16:55hsdo dia 17. O vôo da morte. Acabou não embarcando. Na condição de irmão, fiquei bastante assustado, principalmente tendo em vista que nossas viagens (tanto as dele, quanto as minhas) para diversos estados do Brasil são frequentes. Viajamos a trabalho. Então reflito: do que adianta planejar uma carreira para daqui a 20 anos e viver nos privando de fazer mil outras coisas, por exemplo, se podem acontacer imprevistos desse tipo que são arapucas do destino que não têm saída? Isso sem falar na insegurança de uma grande metrópole como Porto Alegre... Quem já não ouviu falar de um amigo, conhecido ou familiar que não foi assaltado ou sequestrado? Vou mais além, quem não ouviu falar de que tenha acontecido fatos como esses nos últimos 2 anos?? Sei... um é problema social, o outro, não... Mesmo assim, casos como esses obrigam a gente a pensar mais na vida, a aproveitá-la de maneira mais eficaz em vez de se preocupar em besteiras e futilidades. Que pelo menos aprendamos e tiremos algumas lições dessa tragédia. (Fernando Mynarski Silveira - Engenheiro Avaliador de Empresas)"

Esporte é Vida



Desde o final de 2007 voltei a praticar corrida de rua, dessa vez com o grupo da Studio1. E essa foto ilustra uma das rústicas mais inesquecíveis, A Maratona de Porto Alegre/2008. Ela é também fundo de tela do meu computador.

Apaixone-se

video

Gostei desse video, está no meu orkut tb!

Seja Benvindo

Estou dando sequência agora a um projeto que é escrever um blog. Queria fazer isso há tempos, mas sempre batia aquela preguiça. Adoro escrever, mas confesso estar meio enferrujado. São 12hs e 32min desse domingo maravilhoso de março e espero, com o decorrer do tempo, dar melhor vazão às minhas idéias. Algumas coisas que pretendo fazer: pedir permissão aos meus amigos, namorada e familiares para que eu posso postar seus nomes aqui, adicionar videos que acho inteligentes, falar um pouco de bobagens e, é claro, relatar assutos diversos e pessoais (sem entrar muito em detalhes para preservar a minha privacidade).

Seja benvindo e boa viagem